Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Unsteady

"real life was something happening in her peripheral vision"

11
Mar18

O único local onde tenho paz

Além de toda esta maré de tristeza que me anda a atingir sem razão aparente, eis que surge uma razão bastante sólida para me deixar de rastos. O tempo que eu tinha para pensar em mim já era escasso e agora tornou-se menor ainda, porque tendo a mergulhar nos problemas dos outros, em vez de simplesmente prestar apoio e abstrair-me do resto.

O problema que se instalou na minha vida é tão pessoal e vergonhoso que, até hoje, só consegui partilhar, no todo, com uma pessoa. E essa pessoa é quem me tem acolhido nos seus braços, vezes sem conta, enquanto soluço entre lágrimas que escorrem sem dar aviso, é na casa dessa pessoa que eu consigo abstrair-me de tudo o que se passa comigo, ao ponto de haver alturas no dia em que me esqueço que a minha vida está uma total mess. É lá, o único sítio onde não me sinto envergonhada por ter um ataque de pânico ou por estar com um surto de raiva ou por me apetecer chorar durante horas; é o único local onde tenho paz, e dói dizer isto.

2 comentários

Comentar post