Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Unsteady

"real life was something happening in her peripheral vision"

"real life was something happening in her peripheral vision"

03
Jan19

Adeus 2018. For good.

Ia começar este post com "Obrigada 2018 por", mas a ele não tenho nada que agradecer. De todos os piores anos que tive na minha vida, 2018 conseguiu ultrapassar todos os limites. Quando coloco na balança as coisas que foram boas e as más, o lado negativo pesa mais do que o positivo, porque ele influenciou tudo o que vivenciei, inclusive os momentos bons que existiram. Se eu pudesse contar metade do que se passou comigo e à minha volta, as pessoas iriam pensar que eu estava a mentir, porque este ano foi um verdadeiro filme de ação para mim. Fui-me desgastando emocionalmente ao longo destes meses sem me aperceber do quão damaged estava. Sempre pensei que o meu cansaço era físico, porque levei um ano inteiro a estudar ou então a trabalhar e não fui presenteada com férias nem com viagens maravilhosas - as únicas viagens que fiz foram realmente para o inferno, mas a verdade é que estou oficialmente done. Estou por um fio. Estou na corda bamba. Estou com o pézinho mesmo à beira do precipício. Dramático? Talvez. Ou não. Se calhar já estive mais longe. Mais longe de desaparecer, de recomeçar a minha vida num outro sítio qualquer, de encarnar outra identidade qualquer, mais saudável e mais feliz. Este ano trouxe-me de volta ao fundo do poço e fez-me escavar uma cova maior ainda, para mim. Só me enterro - em trabalho, em problemas, em situações mal resolvidas, em ambientes tóxicos. E eu posso estar a escrever sob a influência de uma tristeza tremenda, mas tenho a certeza que quando as coisas amenizarem (se é que algum dia isto irá passar), não vou retirar nada do que aqui disse, porque sinto-o da forma mais verdadeira possível e, de tudo o que está à minha volta, estes pensamentos são a única coisa que não me abandonam. Adeus 2018 e faz-me o favor de levar contigo tudo o que de mal me trouxeste.

4 comentários

Comentar post