Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Unsteady

"real life was something happening in her peripheral vision"

11
Jan18

Os últimos meses de 2017 resumidos em poucas palavras

Só desapareço deste mundo por duas razões: a vida está a correr-me tremendamente mal ou incrivelmente bem. Mas desta vez foi uma mistura de ambos. 

Consegui entrar em 2ª fase, em Psicologia, com a melhor média, o que foi um grande motivo de orgulho para mim, que até então estava a precisar de pequenas coisas que demonstrassem que eu não sou um caso perdido e que tenho tantas capacidades como qualquer um (mesmo que não sejam suficientes para a minha licenciatura de sonho). A primeira frequência que recebi veio cotada com um 18, em biologia celular, e confesso que até deixei cair algumas lágrimas de felicidade. A partir daí deu-se o descalabro total devido ao meu part-time, que não era part-time nenhum, uma vez que trabalhava +9h por dia, sem pausa para almoço (ou qualquer pausa at all), nem direito a sentar-me durante cinco míseros minutos para descansar as pernas que iam sempre inchadas para casa de tanto tempo que passava em pé. O dito cujo obrigava-me a faltar a todas as aulas, mesmo depois de me ter sido prometido um ajuste no horário que me iria permitir conciliar as duas coisas (nunca aconteceu). A importância das aulas que perdi refletiu-se nas notas que fui obtendo ao longo do semestre e que me esforcei por salvar. Contudo, o maior problema não foi o horário, foi a forma como estava a ser tratada e abusada que me fez desistir. Foram tantas as coisas que aconteceram e tão pessoais que não sou capaz de as transcrever para aqui, mesmo sabendo que é um mundo pequeno e que ninguém, ou quase ninguém, vê.

O meu fim de ano resumiu-se a muitas lágrimas derramadas e a muitas noites mal dormidas, mas consegui acabar tudo com sucesso e é nisso que tento focar-me. Adquiri experiência e um pouco mais de maturidade com todas as dificuldades que enfrentei.

Um novo ano iniciou-se e eu já tenho planos para, pelo menos, metade do mesmo. Um part time que me vai ajudar a saldar as propinas e a possibilidade de um estágio remunerado numa área da minha licenciatura. Junto a isso existe também a grande vontade de melhorar a minha média este semestre, que vem acompanhada de uma disposição enorme para começar a estudar, a trabalhar e a organizar toda a minha vida. Isto tudo a partir de Fevereiro, porque fui sortuda o suficiente para não ficar presa a nenhum exame. Hard work pays off!

1 comentário

Comentar post